Exposições

jan
25
qui
Exposição Eli Heil “Estou Voando”
jan 25 – mar 25 dia inteiro
Exposição Eli Heil "Estou Voando"

A artista plástica Eli Heil, falecida aos 88 anos em setembro do ano passado, recebe a justa homenagem do MASC, instituição considerada a “casa” desta catarinense. Com essa, somam-se 15 exposições individuais de Eli no espaço. Nenhuma artista expôs tanto na história do museu e nenhum outro espaço recebeu tantas individuais da pequena notável.

Ocupando o projeto MASC 6X3, a exposição apresenta seis obras do acervo da instituição e uma emprestada da coleção de Marcelo Collaço Paulo. O título remete à marcante tela “Estou Voando”, que pertence ao MASC. A curadoria é de Edina De Marco.

Serviço:

Visitação: até 25 de março de 2018 – de terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Onde: Museu de Arte de Santa Catarina (MASC) – Localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC)
Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 – Agronômica – Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Informações: (48) 3664-2630

Fonte: Assessoria de Comunicação FCC

fev
21
qua
Exposição “Pléticos: A Arte Como Meio de Educação e Expressão Livre e Criadora da Criança” @Espaço Expositivo das Oficinas de Arte da FCC, no Centro Integrado de Cultura;
fev 21@10:00 – mar 25@21:00
Exposição "Pléticos: A Arte Como Meio de Educação e Expressão Livre e Criadora da Criança" @ Espaço Expositivo das Oficinas de Arte da FCC, no Centro Integrado de Cultura; | Santa Catarina | Brasil
O Museu de Arte de Santa Catarina (Masc) em parceria com as Oficinas de Arte da Fundação Catarinense de Cultura, realiza a exposição Pléticos: A Arte Como Meio de Educação e Expressão Livre e Criadora da Criança. A mostra é uma extensão da exposição Pléticos: espaço, geometria e construção,  atualmente em cartaz no Masc. A abertura da exposição será realizada na quarta-feira, 21, às 17h, no Espaço Expositivo das Oficinas de Arte da FCC, localizado ao lado do Masc. A exposição ficará em cartaz até o dia 25 de março de 2018.
Serão expostas 40 obras de ex-alunos de Silvio Pléticos, de cursos ministrados pelo artista entre os anos 1954 e 1959, na península da Istria. Na época, os estudantes tinham idades entre 8 e 14 anos. As pinturas foram trazidos ao Brasil pelo próprio mestre.
Pléticos nasceu na cidade de Pula (Croácia) em 1924 e iniciou os estudos sobre pintura em 1940 em Milão (Itália) com Afonso Guglielmi. Formou-se mais tarde em Arte Aplicada em Zagreb, capital da Croácia, onde também especializou-se em pintura mural. Conforme o curador da mostra, João Otávio Neves Filho (Janga), o artista lecionou em diversas escolas da região da Istria, trabalhando a arte infantil com crianças e adolescentes.
E são exatamente deste período as 40 obras de arte infantil que serão expostas ao público a partir desta quarta-feira, no espaço localizado dentro da estutura do Centro Integrado de Cultura (CIC).
“Logo que chegou a Santa Catarina, em meados dos anos 60, Pléticos criou nos fundos do Masc a primeira oficina de artes do estado. Com seu entusiasmo pela arte infantil, reciclou também a Escolinha de Artes que pertencia ao Masc. Sob sua orientação, a escolinha de Florianópolis obteve varias premiações sendo considerada uma das melhores escolinhas de arte do país”, explica Janga.
A Escolinha de Arte de Florianópolis foi criada em agosto de 1963 pela diretora do Departamento de Cultura da Secretaria da Educação e Cultura Profª. Emiliana Maria Simas Cardoso da Silva e pela Profª. Maria Helena Galotti. As atividades iniciaram junto ao Museu de Arte Moderna de Florianópolis, hoje Masc, que na época situava-se na Casa Santa Catarina. Pléticos foi professor na Escolinha a partir de 1967.