Exposições

abr
18
qua
Mostra Desterro Desaterro – arte contemporânea em Santa Catarina @Museu de Arte de Santa Catarina
abr 18 – jul 22 dia inteiro
Mostra Desterro Desaterro - arte contemporânea em Santa Catarina @ Museu de Arte de Santa Catarina | Santa Catarina | Brasil

O Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), considerado um dos mais importantes do Brasil, celebra 70 anos em 2018. Para marcar a data, a instituição que abriga um acervo importantíssimo da arte brasileira inaugura no dia de 18 de abril um programa especial com três grandes exposições: Desterro Desaterro – arte contemporânea em Santa Catarina, uma coletiva com artistas de diferentes gerações; O Tempo dos Sonhos: Arte Aborígene Contemporânea da Austrália, projeto que traz ao Brasil a coleção mais diversificada e vigorosa da tradição artística contínua mais antiga do planeta; e o Projeto Armazém – O mundo como armazém, com obras de 300 artistas. A abertura será a partir das 19h, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, e com entrada gratuita e livre.

O próprio CIC foi especialmente preparado para receber essa ocupação histórica, que se estenderá da ala Sul, onde está localizado o próprio MASC, à ala Norte – com a revitalização do espaço Lindolf Bell.  “Um evento desta magnitude, que evoca a história de um dos principais museus de arte do país, que é o nosso MASC, merece que seja celebrado. Até julho, o Lindolf Bell servirá ao MASC, sendo revitalizado de maneira surpreendente. Esse é o ano do MASC, da sua história, mas, principalmente, do que ele projeta para o seu futuro”, destacou  presidente da FCC, Ozéas Mafra Filho.

Entre os destaques da programação está Desterro Desaterro, um encontro de figuras pertencentes a diferentes gerações que entendem o território da arte vinculado a percursos, trajetos e envolvimentos mútuos. Serão 80 artistas no total, entre eles nomes expressivos para a arte catarinense, como Fernando Lindote, Franzoi, Clara Fernandes, Elke Hering, Berenice Gorini, Paulo Gaiad, Raquel Stolf, Yftah Peled, Walmor Corrêa e Gabriela Machado. Entre os emergentes, nomes como Audrian Cassanelli, Sonia Beltrame, Cyntia Werner e Daniele Zacarão. Assinada pelo curador do MASC, Josué Mattos, a mostra propõe reflexões sobre a produção artística contemporânea.

A intenção se conecta à própria memória do museu, especialmente ao período em que o MASC surgiu no final dos anos 1940, quando foi inaugurada a então “primeira exposição de arte contemporânea” em Florianópolis. Era a época do Grupo Sul, o movimento modernista transgressor que então rompeu as amarras do passado e deu voz e vez às novidades artísticas do resto do Brasil e do mundo.

“Queremos que se faça uma nova reunião – com artistas vivos —para desaterrar e refletir sobre nosso estado de isolamento. Repetimos algo semelhante à experiência de 1948, com a participação de artistas regionais, nacionais e internacionais”, diz Josué Mattos.

Nesse contexto aparecem programas especiais, como o Claraboia, projeto de comissionamento a artistas contemporâneos que em sua quinta edição recebe o legado de proposições do professor e artista Zé Kinceler (1961-2015) e o grupo por ele formado em 2011, o Coletivo Geodésica. Além dele, o projeto O Tropicalista ocupará a antessala do museu, numa iniciativa inédita no MASC, com a instalação temporária Floresta Inventada. A programação prevê também uma imersão na obra de Ivens Machado, escultor, gravador e pintor de Florianópolis que morreu em 2015. Quatro obras do artista — duas marcantes do começo da carreira, nos anos 70, e duas dos últimos anos de vida — estarão em exibição na sala de vídeo.

Serviço – MASC 70 anos

“Mostra Desterro Desaterro – arte contemporânea em Santa Catarina”

Quando: 18 de abril, às 19h (abertura). Visitação até 22 de julho, de terça a domingo, das 10h às 21h

Onde: MASC – Museu de Arte de Santa Catarina (Av. Governador Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis)

Quanto: gratuito

Classificação indicativa: livre

⚠️O Floripinhas é um canal de divulgação de eventos infantis. Não nos responsabilizamos por alterações de horários e cancelamentos dos eventos divulgados aqui. Obrigada 🙂
maio
29
ter
Exposição “Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar” @Museu Histórico de Santa Catarina
maio 29 – jul 15 dia inteiro
Exposição "Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar" @ Museu Histórico de Santa Catarina | Santa Catarina | Brasil

Miniaturas do mundo naval poderão ser vistas em Florianópolis a partir da próxima semana. É que o Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Sousa, no Centro, receberá a exposição “Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar”, a partir do dia 29.

A intenção da mostra é trazer parte do acervo do Museu Nacional do Mar de São Francisco do Sul que, assim como o Museu Histórico, também é administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), para ser exposto em Florianópolis. São mais de 200 peças de modelismo e artesanato naval, que formam o maior acervo do gênero no país e que, por um breve período, deixará a exposição permanente em São Francisco do Sul para ser exibida no Palácio Cruz e Sousa. Trata-se de artesanato naval e reproduções da Coleção Alves Câmara. “Maio é o mês dos museus e, sendo a FCC administradora de seis dos principais museus de Santa Catarina, promove essa conexão dos acervos destes que estão entre os mais representativos: o Museu Histórico e o Museu do Mar. É uma experiência rica, de troca e que possibilitará ao público de Florianópolis conhecer um recorte muito importante da magnitude que é o patrimônio naval brasileiro”, explica o presidente da FCC, Ozeas Mafra Filho.

A mostra, que segue até 15 de julho, foi viabilizada por meio de uma parceria entra a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O horário de atendimento ao público do Museu Histórico de Santa Catarina é de terça a sexta-feira das 10h às 18h e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 5 ou R$ 2 (meia).

 

⚠️O Floripinhas é um canal de divulgação de eventos infantis. Não nos responsabilizamos por alterações de horários e cancelamentos dos eventos divulgados aqui. Obrigada 🙂
Exposição “Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar” @Museu Histórico de Santa Catarina
maio 29@10:00 – jul 15@18:00
Exposição "Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar" @ Museu Histórico de Santa Catarina | Santa Catarina | Brasil

O horário de atendimento ao público do Museu Histórico de Santa Catarina é de terça a sexta-feira das 10h às 18h e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 5 ou R$ 2 (meia).

 

Miniaturas do mundo naval poderão ser vistas em Florianópolis a partir da próxima semana. É que o Museu Histórico de Santa Catarina, sediado no Palácio Cruz e Sousa, no Centro, receberá a exposição “Barcos do Brasil e do Mundo: a coleção de modelismo naval do Museu Nacional do Mar”, a partir do dia 29 e vai até o dia 15 de julho de 2018.

A intenção da mostra é trazer parte do acervo do Museu Nacional do Mar de São Francisco do Sul que, assim como o Museu Histórico, também é administrado pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), para ser exposto em Florianópolis. São mais de 200 peças de modelismo e artesanato naval, que formam o maior acervo do gênero no país e que, por um breve período, deixará a exposição permanente em São Francisco do Sul para ser exibida no Palácio Cruz e Sousa. Trata-se de artesanato naval e reproduções da Coleção Alves Câmara. “Maio é o mês dos museus e, sendo a FCC administradora de seis dos principais museus de Santa Catarina, promove essa conexão dos acervos destes que estão entre os mais representativos: o Museu Histórico e o Museu do Mar. É uma experiência rica, de troca e que possibilitará ao público de Florianópolis conhecer um recorte muito importante da magnitude que é o patrimônio naval brasileiro”, explica o presidente da FCC, Ozeas Mafra Filho.

A mostra, que segue até 15 de julho, foi viabilizada por meio de uma parceria entra a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O horário de atendimento ao público do Museu Histórico de Santa Catarina é de terça a sexta-feira das 10h às 18h e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 16h. Os ingressos custam R$ 5 ou R$ 2 (meia).

Sobre o Museu Nacional do Mar –Embarcações Brasileiras

Inaugurado em 1992, o Museu Nacional do Mar- Embarcações Brasileiras ocupa os históricos galpões de uma antiga empresa de navegação às margens da Baía da Babitonga. Reúne não só o maior acervo de embarcações, 91 no total, como também a grande diversidade de peças oriundas de todas as regiões do país.

O acervo está organizado em 18 salas, todas temáticas e que reproduzem em suas peças variadas a riqueza do patrimônio naval do Brasil e culturas ribeirinhas. Na sala dedicada ao navegador Amyr Klink, famoso por várias expedições, entre elas a travessia a remo do Atlântico Sul (1984) – com a réplica do barco IAT.

Outro espaço de destaque no Museu é a Biblioteca Kelvin Palmer Rothier Duarte, formada por mais de 1,5 mil volumes com a temática naval. Entre os exemplares encontrados no local estão obras raras, fotografias, desenhos e cartas náuticas. Tudo disponível à consulta do público em geral.

O espaço recebe anualmente de 40 mil visitantes, entre grupos de estudantes, pesquisadores e turistas vindos de todas as partes do Brasil e do mundo procuram pelo espaço, interessados em conhecer melhor as artes e saberes do homem do mar.

Ascom FCC

fonte: imprensa@fcc.sc.gov.br

⚠️O Floripinhas é um canal de divulgação de eventos infantis. Não nos responsabilizamos por alterações de horários e cancelamentos dos eventos divulgados aqui. Obrigada 🙂
⚠️O Floripinhas é um canal de divulgação de eventos infantis. Não nos responsabilizamos por alterações de horários e cancelamentos dos eventos divulgados aqui. Obrigada 🙂